Corporate Governance - A Liderança de Boards

Vários CEO juntam-se na Nova SBE para discutir Corporate Governance e a Liderança de Boards

Começa já para a semana a 1ª edição, há meses esgotada, do programa Corporate Governance: a Liderança de Boards, uma das apostas do novo catálogo da Formação de Executivos da Nova SBE e que durante 3 dias reunirá vários gestores de topo tanto no corpo docente como na plateia.

É já nos próximos dias 24, 25 e 26 de maio de 2017 que se deslocarão à Faculdade de Economia de Lisboa alguns dos nomes mais sonantes da Gestão em Portugal para fazer acontecer o programa Corporate Governance: a Liderança de Boards, uns a partilhar as suas experiências enquanto administradores e membros de órgãos sociais, outros na plateia a investir em Boards cada vez mais preparados para os desafios do dia-a-dia.

Duarte Pitta Ferraz, que coordena cientificamente o programa, comenta que «os modelos de governo, as práticas adotadas e a preparação dos administradores não-executivos e executivos são formas de controlar origens de crises, risco reputacional e proteger os stakeholders, nomeadamente os acionistas. No sentido de responder de forma estruturada a esse objetivo, está na agenda um nível de exigência na eficácia, envolvimento, diversificação de género, background e idade, que sejam transparentes e éticos

O professor, especialista em Finanças e Governance, e também administrador não-executivo, acrescenta que «esta mudança de paradigma leva a que os membros dos órgãos sociais tenham de ter um desempenho proactivo de funções, desafiando as estruturas e os modelos de negócio, a estratégia e a tática das organizações que garantam a sua sustentabilidade, bem como da economia e do emprego. Por outro lado, a responsabilidade fiduciária implica um nível de preparação superior ao passado.»

Para espelhar os desafios que os Boards enfrentam, o programa reune um corpo docente diversificado, que junta académicos como Pedro Santa Clara ou António Nogueira Leite, mas também executivos como Francisco de Lacerda (presidente e CEO dos CTT), João Talone (Partner da Magnum Capital), Maria João Carioca (Administradora da CGD) e Vítor Bento (Presidente da SIBS); de Frankfurt, vem também Jochen Peppel (Partner da Oliver Wyman). No 2º dia, o programa conta ainda com 2 sessões com o professor Florencio Lopez-de-Silanes, um dos mais reputados académicos na área de Corporate Governance e que já deu aulas em universidades como Harvard, Yale, e EDHEC Business School – atualmente professor da SKEMA Business School.

O programa procurará transmitir ao longo de três dias tópicos de governance, comissões do conselho e estratégia, proporcionando uma experiência multidisciplinar prática com pessoas de referência na área do Corporate Governance, razão pela qual foi possível atrair ao programa participantes ao mais alto nível dos órgãos sociais, incluindo 8 CEO, 2 CFO, administradores executivos e não-executivos e secretários de sociedade.

Atendendo a que as vagas se esgotaram num curto período de tempo, já estão abertas as inscrições para a 2ª edição, prevista para 16, 17 e 18 de outubro de 2017. Pode aceder ao programa previsto aqui, ou inscrever-se diretamente aqui.